Exkalla - Entenda como funciona o processo de escritura de um imóvel novo - Exkalla Entenda como funciona o processo de escritura de um imóvel novo - Exkalla
young-family-is-holding-toy-house-in-hands-cozy-man-people-home-finance-property-buy-sale-concept_t20_a8kKEx

Entenda como funciona o processo de escritura de um imóvel novo

Comprar um novo imóvel é um passo muito importante na vida adulta de qualquer pessoa. Quando esse imóvel é o primeiro, é muito comum surgirem dúvidas sobre o processo de compra e venda.

Entre as principais perguntas, estão como dar entrada no financiamento imobiliário e como fazer o registro do imóvel no cartório. Para esclarecer esses questionamentos, a Exkalla fez um levantamento e vai explicar, passo a passo, todo processo:

Consultoria Financeira

Depois de visitar inúmeros imóveis, você encontrou o apartamento perfeito. Então, o primeiro passo é assinar o contrato de compra e venda com o vendedor, no caso de um imóvel novo, a própria construtora. É por meio deste instrumento legal que serão estabelecidos todos os direitos e deveres do comprador e do vendedor do imóvel durante a transação.

Após a assinatura do contrato, é hora de dar entrada no financiamento. Solicitar uma linha de crédito imobiliário é um processo detalhado e demorado, uma vez que tanto comprador quanto vendedor terão que apresentar diversos documentos e certidões que comprovem a idoneidade de ambas as partes.

Quem não possui experiência nesses trâmites, pode ficar perdido, uma vez que a instituição financeira fará o levantamento minucioso de toda vida financeira/legal do comprador e também do imóvel a fim de verificar se não há nenhuma pendência que impeça a venda. Para auxiliar nessa questão, é possível contar com um consultor financeiro de imóvel.

Trata-se  de profissional especializado e experiente, que conhece a fundo os requisitos para obter uma linha de crédito, vai solicitar toda documentação necessária e pesquisará junto às instituições financeiras as melhores condições de financiamento imobiliário para o comprador.

Além da conferência da documentação, ele vai orientar o comprador sobre questões como modalidade de financiamento, prazo de pagamento e outros detalhes que podem impactar na concessão de crédito.

Com as opções em mãos, o consultor, também chamado de documentista, vai apresentar a proposta mais vantajosa para o cliente. Após analisar todos os critérios, o cliente escolhe uma instituição e fecha o acordo.

Vantagens

  • Menos burocracia: Os consultores financeiros estão aptos a lidar com todos os tipos de clientes, por isso sabem desenvolver o processo em cada um dos casos, o que ajuda o cliente a realizar a compra com agilidade.
  • Mais segurança: Os consultores financeiros conseguem mediar a compra de uma maneira objetiva, ajudando na comunicação entre o cliente e a instituição financeira, garantindo o cálculo de financiamento adequado para cada perfil de cliente. Sendo assim, as chances de risco de negócios diminuem, visto que os consumidores estarão devidamente orientados sobre todas as condições contratuais.

Após a formalização do pedido de financiamento e da liberação do crédito, é o momento de fazer o registro da escritura do imóvel no cartório.

Escritura

A escritura de imóvel é um recibo público produzido no Cartório de Notas onde após efetivação do pagamento ocorre a outorga da irrevogável quitação transferindo ao comprador toda posse, domínio, direito e ação que os proprietários exerciam sobre o imóvel objeto da venda para que o comprador possa usar, gozar, e livremente dispor do imóvel como seu que fica sendo por força da referida escritura.

Para a lavratura de escritura e transferência da propriedade ao cliente, é necessário que a unidade esteja quitada, seja por recursos próprios ou financiamento bancário. A empresa fornecerá toda a documentação pertinente que é de sua responsabilidade, tais como RG e CPF dos representantes legais, contrato social, matrícula do imóvel, entre outros.

Caso o cliente opte por quitar seu saldo devedor com financiamento bancário, o contrato que é emitido pela instituição financeira tem força de escritura pública e é levado a registro para fins de transferência de propriedade no Cartório de Registro de Imóveis competente.

Para fazer a passagem de documentação, o comprador precisa arcar com as despesas de transferência do imóvel, como impostos, emolumentos de cartórios, taxas administrativas cobradas pela instituição financeira. Nesse caso, o imposto cobrado é o ITBI (Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis), pago à prefeitura de cada cidade.

A Exkalla entende que esse é um momento especial de realização de um sonho e coloca todo seu time para orientar e tirar todas as suas dúvidas durante o processo de compra de um dos nossos imóveis.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.